Você está aqui: Página Inicial / Economia / Pedidos de falências aumentam em outubro, aponta Serasa

Economia

Crise econômica

Pedidos de falências aumentam em outubro, aponta Serasa

por Agência Brasil publicado 14/11/2012 11h09, última modificação 14/11/2012 11h09
O número aumentou de 135, em setembro, para 152, em outubro, aponta a pesquisa mensal da empresa de consultoria

Camila Maciel
Repórter da Agência Brasil

São Paulo – O número de empresas que pediram falência em todo o país aumentou de 135, em setembro, para 152, em outubro, aponta a pesquisa mensal da empresa de consultoria Serasa Experian. O índice também é maior do que o de outubro do ano passado, quando foram registrados 131 pedidos. O segmento de micro e pequenas empresas foi o que teve maior número de requerimentos (82), seguido pelas médias (45) e grandes empresas (25).

Também é superior o número de empresas que decretaram falência. Foram 22 casos a mais em outubro (76) do que no mês anterior (54). Na comparação anual, o número é ainda maior, tendo em vista que no mesmo período do ano passado 40 empresas faliram. As micro e pequenas empresas representaram cerca de 80% do total, com 61 registros de falência.

Os pedidos de recuperação judicial em outubro (49), por outro lado, foram menores do que os requerimentos de setembro (57). O número, no entanto, ainda é superior aos 27 pedidos feitos em outubro de 2011. A maior parte dos processos também partiu de micro e pequenas empresas (22), mas o número é próximo às solicitações feitas pelas médias (18). As empresas de grande porte, por sua vez, representaram apenas 18% do total, com nove pedidos.

Para os economistas da Serasa, a queda nos pedidos de recuperação judicial é reflexo da melhora gradual da atividade econômica. “Há uma situação de maior liquidez para as empresas, que estão em melhores condições de gerar caixa devido às encomendas para o Natal, e com mais recursos financeiros para pagar seus débitos com juros mais baixos”, aponta nota da empresa.

registrado em: ,