Você está aqui: Página Inicial / Economia / O salto necessário

Economia

Especial Infraestrutura

O salto necessário

por Gerson Freitas Jr — publicado 07/10/2010 14h54, última modificação 15/10/2010 14h59
Em uma década, o volume de carga movimentada nos portos brasileiros aumentou 75% e deve passar de 1 bilhão de toneladas até 2014. A hora é de evitar um colapso no setor
materia_2

Segundo o IPEA, 11 dos principais portos precisam de reformas

Em uma década, o volume de carga movimentada nos portos brasileiros aumentou 75% e deve passar de 1 bilhão de toneladas até 2014. A hora é de evitar um colapso no setor

No mar, dezenas de navios aguardam por até três semanas a autorização para atracar. Na terra, os caminhões se contam às centenas. Alinhados em filas quilométricas, esperam até 30 horas para descarregar a produção. A cena se repete todos os anos nos principais portos marítimos do Brasil, especialmente durante o período de escoamento da safra. Não há setor que ilustre tão bem os gargalos da infraestrutura brasileira quanto o portuário.

Nos últimos anos, o expressivo aumentodo comércio do Brasil com o exterior fez com que o sistema flertasse, cada vez mais de perto, com a ameaça de um colapso. As dificuldades de se escoar a produção e a elevação dos custos com transporte chegariam a ponto de impedir que a produção crescesse, repetindo o efeito do racionamento de energia elétrica observado no começo da década. Um verdadeiro apagão logístico.

As previsões mais catastrofistas não se confirmaram, embora o Brasil, tampouco, possa ser considerado um exemplo de eficiência. Investimentos públicos e privados foram anunciados, o setor cresceu, ganhou eficiência e absorveu o crescimento da demanda. Por fim, a crise de 2009, que derrubou o comércio mundial a um terço do volume registrado nos anos  anteriores, permitiu que o setor respirasse.

*Confira este conteúdo na íntegra da edição 618, já nas bancas.