Você está aqui: Página Inicial / Economia / O BC não sinalizou alta da Selic

Economia

Juros

O BC não sinalizou alta da Selic

por Luis Nassif publicado 08/03/2013 11h06, última modificação 06/06/2015 18h41
O jogo da taxa é puramente psicológico. Ou seja, puramente de expectativas, puramente especulativo.

Hoje quase todos os jornais cobrem a reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central com a informação de que os juros foram mantidos e a especulação de que será aumentado na próxima reunião em abril.

A base da especulação é um trecho do comunicado, no qual o Copom informa que aguardará a próxima reunião para saber o que fazer com a política monetária.

O Copom pode tomar as seguintes medidas em relação à Selic:

1. Mantê-la inalterada.

2. Aumentar ou diminuir.

3. Mantê-la inalterada mas sinalizando sua intenção futura, na forma de viés de alta ou viés de baixa.

***

Quando define o viés, sinaliza a tendência. Mas não significa que terá que seguir o viés na próxima reunião.

Justamente porque o viés não tem nada de impositivo, se quisesse sinalizar a intenção de aumentar a Selic, o BC teria votado pela manutenção da Selic com viés de alta. Não o fez. Por unanimidade manteve a Selic sem viés algum.

Por que, então, esse alarido unânime da midia sobre a suposta intenção do Copom de aumentar a Selic em abril? Se não tem base nas conclusões objetivas do Copom, é porque foi puramente especulativo.

***

Do ponto de vista dos supostos efeitos objetivos da Selic (reduzir a demanda por crédito quando aumentada), no caso brasileiro é insignificante. Repito: insignificante. Meio ponto ou um ponto ou dois pontos de alta na taxa anual da Selic é irrelevante para o custo do crédito e, consequentemente, da demanda.

Em outros tempos, havia o efeito câmbio. Mais Selic atraía mais capital internacional especulativo, apreciava o câmbio e, por vias tortas e nefastas, atuava sobre os preços.

Esse jogo acabou. Tanto o Ministro da Fazenda quanto o presidente do Banco Central afirmaram taxativamente que não mais irão se valer do câmbio para combater a inflação.

***

O jogo da Selic é puramente psicológico. Ou seja, puramente de expectativas. Ou seja, puramente especulativo.

Um grupo de cabeças de planilha fica batendo diuturnamente na questão de que o BC abandonou a luta contra a inflação porque se recusa a aumentar a Selic.