Você está aqui: Página Inicial / Economia / Novo recorde: Juros no cheque especial sobem para 318,4% ao ano

Economia

Economia

Novo recorde: Juros no cheque especial sobem para 318,4% ao ano

por Redação* — publicado 25/08/2016 14h56
Em julho, a taxa teve um aumento de 2,7 pontos percentuais, chegando ao mais alto patamar da série histórica do Banco Central
Marcos Santos/USP Imagens
Cheque Especial

Apenas em 2016, a taxa de juros do cheque especial já subiu 31,4 pontos percentuais

A taxa de juros do cheque especial teve um aumento de 2,7 pontos percentuais em julho, quando chegou a 318,4% ao ano, novo recorde na série histórica do Banco Central (BC), iniciada em julho de 1994.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira 25. Apenas em 2016, a taxa já subiu 31,4 pontos percentuais em relação a dezembro do ano passado, quando estava em 287% ao ano.

A mesma tendência é perceptível no crédito rotativo do cartão de crédito. Em julho, na comparação com o mês anterior, houve uma pequena redução na taxa de 0,2 ponto percentual. Mas a taxa de 470,7% ao ano é a mais alta entre as pesquisadas pelo BC.

Neste ano, essa taxa já subiu 39,3 pontos percentuais. O rotativo é o crédito tomado pelo consumidor quando paga menos que o valor integral da fatura do cartão.

De acordo com o BC, ataxa do crédito pessoal subiu 3,9 pontos percentuais para 132,2% ao ano. Já a taxa do crédito consignado (com desconto em folha de pagamento) caiu 0,2 ponto percentual para 29,2% ao ano. A taxa média de juros cobrada das famílias, por sua vez, subiu meio ponto percentual em julho, quando ficou em 71,9% ao ano.

Alerta aos consumidores
O chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel, sugeriu prudência aos consumidores no uso do rotativo do cartão de crédito ou do cheque especial devido ao custo alto. “Deve ser utilizado com bastante cautela, por período de tempo bastante curto”.

* Com informações da Agência Brasil.