Você está aqui: Página Inicial / Economia / Nível de emprego tem maior queda desde 2006

Economia

Indústria paulista

Nível de emprego tem maior queda desde 2006

por Agência Brasil publicado 13/10/2011 11h51, última modificação 13/10/2011 11h57
Em setembro, houve corte de 6 mil postos de trabalho, mas no acumulado do ano o saldo é positivo em 3,87%

Marli Moreira*

São Paulo - O nível de emprega na indústria de transformação em São Paulo caiu 0,62% em setembro, com ajuste sazonal, e 0,23% sem ajuste sazonal, com o corte de 6 mil postos de trabalho. Segundo a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), esse foi o pior desempenho da série que começou em 2006. No acumulado do ano, no entanto, a taxa é positiva em 3,87%, com a criação de 100 mil vagas, e nos últimos 12 meses, em 0,67%, com o acréscimo de 20 mil empregos.

De um total de 22 setores pesquisados, o que mais demitiu foi a indústria de alimentos, com recuo de 1,1% no número de contratações, que representou o fechamento de 4.574 vagas. Em seguida, vem o setor de confecções, de vestuário e acessórios, com variação negativa de 0,9% e corte de 1.018 trabalhadores. Em sentido oposto, o setor de produtos de madeira aumentou a oferta de emprego em 1,2%, com a contratação de 578 pessoas.
*Matéria originalmente publicada em Agência Brasil