Você está aqui: Página Inicial / Economia / Nenê Constantino é preso em Brasília

Economia

Justiça

Nenê Constantino é preso em Brasília

por Redação Carta Capital — publicado 16/12/2010 12h21, última modificação 16/12/2010 12h21
A Justiça decretou a prisão do empresário, acusado de mandar matar o próprio genro em 2008

A Justiça decretou a prisão do empresário, acusado de mandar matar o próprio genro em 2008

O empresário Constantino de Oliveira, o Nenê Constantino, perdeu mais uma batalha. Acusado de ser o mandante da tentativa de homicídio do próprio genro, em 2008, o fundador da Gol Linhas Aéreas e dono da Viação Planeta de ônibus foi preso na manhã desta quinta-feira 16.

Constantino foi preso após participar de uma audiência sobre outro processo no qual também é acusado de ser mandante de assassinato. No caso, ele teria encomendado a morte de um líder comunitário, Márcio Leonardo, na cidade satélite de Taguatinga.

Em maio do ano passado, o empresário conseguiu aprovação de um pedido de prisão domiciliar por motivos de saúde. A desembargadora que concedeu o pedido, Sandra de Santis, entendeu que "o paciente tem 78 anos e antes mesmo do decreto de constrição já estava sob cuidados médicos", permitindo a prisão domiciliar.