Você está aqui: Página Inicial / Economia / Monti responsabiliza Alemanha e França

Economia

Crise da dívida europeia

Monti responsabiliza Alemanha e França

por AFP — publicado 28/03/2012 08h32, última modificação 28/03/2012 08h32
'Certamente, se o pai e a mãe da Zona do Euro não respeitam as regras, não se pode esperar que a Grécia faça isso', disse o premier
Monti Mario

Monti substituiu Silvio Berlusconi como chefe de Governo italiano ©AFP / Kazuhiro Nogi

TÓQUIO (AFP) - O primeiro-ministro italiano, Mario Monti, declarou nesta quarta-feira que a atitude da Alemanha e da França no início da década passada foi uma das causas da crise europeia de endividamento.

"Esta história começa em 2003, quando o euro ainda era um bebê. Na época, Alemanha e França eram os países que relaxaram com os déficits públicos e as dívidas", afirmou em Tóquio.

Monti, que substituiu o magnata Silvio Berlusconi em novembro para tentar salvar a terceira maior economia da Zona do Euro, ameaçada de ser arrastada pela crise da dívida, recordou que o Conselho Europeu decidiu não penalizar as duas principais economias do bloco.

"O Conselho Europeu, então dirigido pela Itália, que assumia a presidência, disse que, ao contrário da proposta da Comissão Europeia, não chamaria a atenção de Alemanha e França, apesar dos déficits que superavam 3% do Produto Interno Bruto", destacou.

Monti era na época o comissário europeu da Concorrência.

"Certamente, se o pai e a mãe da Zona do Euro não respeitam as regras, não se pode esperar qua a Grécia faça isso", completou.

Leia mais em AFP

registrado em: