Você está aqui: Página Inicial / Economia / Desemprego fica em 9,9% na Zona do Euro

Economia

Estável

Desemprego fica em 9,9% na Zona do Euro

por Brasil Econômico — publicado 01/08/2011 09h48, última modificação 01/08/2011 09h48
Na região, que registrou 22,47 milhões de desempregados em junho, a Espanha ainda tem o maior índice de desocupação (21%) e a Áustria (4%) o menor

A taxa de desemprego na Zona do Euro ficou estável em 9,9% no mês de junho, quando comparado a maio. Na região, 15,64 milhões de pessoas estavam desempregadas.

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira 1 pela Eurostat, agência oficial de estatísticas da região. Em junho de 2010, a taxa de desemprego era de 10,2% na Zona do Euro.

No conjunto dos 27 países da União Europeia (UE), a taxa de desemprego também ficou inalterada em relação a maio, em 9,4%. Na UE, o total de desempregados somou 22,47 milhões de pessoas.

Dentre os países membros, a Espanha mantém a taxa mais elevada, com 21% de desemprego. Por sua vez, a desocupação mais baixa foi vista na Áustria, com 4%.

Na França, o desemprego atingiu 9,7% em junho, enquanto na Alemanha, a taxa foi de 6,1%.

*Publicado originalmente em Brasil Econômico.