Você está aqui: Página Inicial / Economia / Cade aprova fusão entre Sadia e Perdigão

Economia

Concentração

Cade aprova fusão entre Sadia e Perdigão

por Brasil Econômico — publicado 13/07/2011 13h41, última modificação 13/07/2011 18h13
A decisão foi tomada sem unanimidade; a Perdigão será suspensa em alguns mercados

  Sem unanimidade no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), está autorizada a fusão entre Sadia e Perdigão. Empresa e Cade negociaram restrições para evitar monopólio do mercado.

A decisão é favorável à BR Foods por quatro votos a um, sendo o único voto contra do conselheiro Carlos Emmanuel Joppert Ragazzo. 

Para o conselheiro e vice-presidente do órgão, Olavo Zago Chinaglia, este é "o maior caso da história do Cade". "Não sabia que tínhamos capacidade de trabalhar tanto."

Entre as medidas estabelecidades pelo Cade, fica proibida a criação de novas marcas pela BR Foods onde a marca premium for mantida.

A marca Perdigão será suspensa no período de três a cinco anos em alguns mercados — a depender da relevância de sua participação no setor. A marca Batavo deixará de exisitr no mercado de carnes industrializadas, permanecendo apenas no setor de lácteos.

As marcas Rezende, Wilson, Texas, Escolha Saudável, Fiesta Doriana e Delicata terão de ser vendidas. No total, aproximadamente 730 mil toneladas da capacidade produtiva da BR Foods serão alienadas.

*Matéria publicada originalmente em Brasil Econômico