Você está aqui: Página Inicial / Economia / Analista vê momento favorável para ações do Pão de Açúcar

Economia

Fusão

Analista vê momento favorável para ações do Pão de Açúcar

por Brasil Econômico — publicado 28/06/2011 14h47, última modificação 28/06/2011 18h55
No embalo da proposta de fusão com o Carrefour no Brasil, as ações preferenciais avançavam mais de 4%

Micheli Rueda *

O Carrefour informou na terça-feira 28 que recebeu proposta para formar uma parceria estratégica no Brasil com o Grupo Pão de Açúcar, o que criaria o maior grupo varejista do país.

A proposta foi feita pela Gama, empresa integralmente detida por um fundo de investimento gerido pelo BTG Pactual e que será capitalizada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O grupo Casino, por sua vez, afirmou que não está envolvido na negociação e disse que poderá se opor à fusão, o que impediria o acordo.

"Mesmo com as restrições que o Pão de Açúcar poderá enfrentar por parte de órgãos reguladores, o mercado entendeu a operação como positiva", avaliou Leandro Martins, analista-chefe da Walpires Corretora.

Os papéis do grupo subiam 4,49%, cotados a R$ 67,95. Em Paris, as ações do Carrefour avançavam 4,12%, vendidas a € 27,54.

Segundo Martins, os ativos da rede varejista cujo controle é dividido entre Abilio Diniz e o francês Casino estão em um patamar interessante.

"Se os R$ 67,00 forem levados até o final do pregão, isso poderá sinalizar 'compra'. Se romper os R$ 68,00, as ações buscarão os R$ 74,00", analisou Martins.

*Matéria originalmente publicada em Brasil Econômico