Você está aqui: Página Inicial / Economia / A nova aposta da Motorola

Economia

Negócios

A nova aposta da Motorola

por Samantha Maia — publicado 16/11/2013 07h27
A empresa mira em consumidores que buscam bom desempenho de smartphone mas não estão dispostos a pagar mais de R$ 1 mil em um aparelho
Motorola

O novo aparelho da Motorola

Ganhar mais espaço nas vendas de smartphones com duas concorrentes fortes à frente, como a Samsung e a Apple, tem sido tarefa árdua para as demais fabricantes. As duas têm cerca de 45% do market share do produto, enquanto as demais não alcançam dois dígitos.

A cada lançamento, uma nova estratégia é anunciada em busca de um lugar ao sol. A novidade desta vez é um aparelho da Motorola que promete combinar custo e benefício, além de focar no Brasil, onde o consumo de celulares inteligente tem crescido de forma acentuada. No segundo trimestre deste ano, as vendas de smartphones no País superaram pela primeira vez a de aparelhos tradicionais, segundo a consultoria IDC.

Anunciado em São Paulo na quarta-feira 13, o Motor G possui sistema operacional Android 4.3, com garantia de atualização para a versão 4.4 em janeiro, câmera de 5 megapixels e bateria que suporta até 10 horas de uso contínuo. O produto chega ao varejo brasileiro na quinta-feira 14 com preços a partir de 650 reais.

A estratégia da companhia com o lançamento é a de oferecer um dispositivo com bom desempenho por preço mais acessível e abocanhar uma parcela dos consumidores que, em busca de qualidade, acabam por comprar versões antigas de modelos como o Galaxy (Samsung) e o iPhone (Apple).

Segundo a Motorola, uma pesquisa mostrou que há um universo grande de pessoas que não estão dispostas a pagar mais de 1,2 mil reais em um smartphone e não se satisfazem com as tecnologias presentes em aparelhos mais baratos. “Nossa meta é fazer o negócio voltar a crescer e o Moto G é parte disso”, diz Dennis Woodside, CEO mundial da companhia.

O Moto G será produzido em Jaguariúna (SP), e a expectativa é que ele reverta o resultado insatisfatório de vendas do Moto X, lançado em agosto e voltado para um público mais sofisticado e interessado em novidades tecnológicas. O Moto G é o segundo smartphone da Motorola desenvolvido integralmente em conjunto com o Google, que comprou a divisão de celulares da Motorola em 2011.

Apesar dos rumores à época de que a operação poderia significar um rompimento do Google com outras fabricantes, o Android continua sendo comercializado em celulares de outras marcas e mantém a liderança do mercado. No Brasil, o sistema operacional da Google estava presente em 90% dos aparelhos vendidos no segundo trimestre deste ano, de acordo com a IDC.

registrado em: , ,