Você está aqui: Página Inicial / Destaques CartaCapital / Alunos de Clouseau

Destaques CartaCapital

Newsletter

Alunos de Clouseau

por Redação Carta Capital — publicado 23/03/2012 12h02, última modificação 23/03/2012 12h02
Documentos inéditos sobre a atuação da Stratfor no Brasil expõem o amadorismo de espiões e fontes
SONY DSC

Escola Superior? Zambão, da ESG, diz ter recebido Withaker, jovem analista da Stratfor, por amizade com o pai. Foto: Comunicação Social da ESG

Por Natalia Viana e Willian Vieira*

Foi uma honra e um privilégio tomar parte em uma conversa tão estimulante na sala de situação e ser levada em um tour guiado pelo palácio presidencial.” Em janeiro de 2011, a Stratfor era somente uma agência curiosamente bem colocada no mundo das informações de inteligência e geopolítica internacional, quando sua diretora de análise, Reva Bhalla, escreveu um e-mail mais que agradecido ao secretário-adjunto do Gabinete de Segurança Institucional do Planalto, José Antônio de Macedo Soares, por tê-la levado ao local reservado a militares e agentes em tempos de crise.

Bhalla queria ainda reaver um mapa presenteado por Soares e roubado no aeroporto. “Fiquei com o coração partido. Eu realmente amei o mapa e estava tão honrada em tê-lo.”

Um mês depois, Soares retornou o contato: tinha outra cópia do mapa. “Para qual endereço devo mandar esse tubo de aparência tão suspeita com o mapa?” Bhalla respondeu agradecida, emocionada, difícil de conter. “Eu estava num bar com amigos ontem e um cara perto de mim viu o imenso sorriso que surgiu em meu rosto quando vi sua mensagem, virou e disse: ‘Uau!, queria saber o que faz uma garota sorrir assim’. Acho que ele nunca adivinharia que tinha a ver com um mapa-múndi com o Brasil no centro”. Deu ainda seu endereço. E pediu o dele, “caso haja algo que eu queira mandar como agradecimento por toda a simpatia e hospitalidade que você mostrou durante minha visita ao seu belo país”.

*Colaboraram Luiza Bodenmüller e Jessica Mota. Em parceria com a Agência Pública de Jornalismo investigativo

*Leia matéria completa na Edição 690 de CartaCapital, já nas bancas