Você está aqui: Página Inicial / Cultura / Um baú de relíquias

Cultura

Exposição

Um baú de relíquias

por Rosane Pavam publicado 21/10/2011 10h10, última modificação 21/10/2011 10h10
A Biblioteca Nacional exibe 170 preciosidades do Renascimento escondidas em seus arquivos

No início do ano, a historiadora da arte Elisa Byington deparou com o Juízo Final no centro da cidade do Rio de Janeiro. Ele surgia em forma de duas gravuras arquivadas na Biblioteca Nacional. As imagens de época haviam sido feitas a partir do original de mesmo nome de Michelangelo Buonarroti (1475-1564) para a Capela Sistina, no Vaticano. A historiadora, que naquele início de ano correra à instituição brasileira apenas para investigar a existência de obras relacionadas a outro grande nome do Renascimento, Giorgio Vasari (1511-1574), surpreendeu-se com a dimensão do arquivo. O material que velozmente percorreria, de propriedade da família real portuguesa, havia sido trazido ao País, em grande parte, após o incêndio da Biblioteca de Lisboa, de 1755. Desde então, dormira no berço esplêndido tropical, quase sempre sem batismo ou categorização.

“Eu me via com as mãos sobre um enorme baú de tesouros que se abria mais e mais”, conta a CartaCapital a pesquisadora, que então propôs a realização da exibição Giorgio Vasari e a Invenção do Artista Moderno na mesma Biblioteca Nacional do Rio. Em seu Espaço Cultural Visconti, entre 21 de outubro e 11 de dezembro, serão expostas 170 obras, entre gravuras, desenhos e livros, não só de autoria do pintor nascido há 500 anos, mas pertencentes a seu contexto artístico. “Desde que, há menos de três meses, iniciei os trabalhos em torno da exposição, bebo muitas xícaras de chá de camomila”, diz Elisa, autora de O Projeto do Renascimento. A curadora correu contra o tempo não só para realizar os textos destinados à exposição e à organização do catálogo, que deverá sair em um mês, como para organizar as obras em condição de ser expostas.*

* Leia a íntegra da matéria na edição 669 de CartaCapital, nas bancas nesta sexta-feira 21