Você está aqui: Página Inicial / Cultura / Sugestões de Bravo! para cinema

Cultura

Cinema

Sugestões de Bravo! para cinema

por Orlando Margarido — publicado 25/06/2011 09h29, última modificação 28/06/2011 20h00
Bravo! selecionou o filme italiano Estranhos Normais, de Gabriele Salvatores e festival de cinema na internet, o Fluxus, que reúne 34 filmes e 1,2 mil inscritos
As sugestões de Bravo! para cinema

Bravo! selecionou filme italiano Estranhos Normais, de Gabriele Salvatores e festival de cinema na internet, o Fluxus, que reúne 34 filmes e 1,2 mil inscritos. Foto: Loris T. Zambelli/Photomovie

Pirandello à americana

A premissa evidente que rege Estranhos Normais, título um tanto insólito para o filme italiano Happy Family, é pirandelliana. Temos como mote inspirador um dos textos mais conhecidos do dramaturgo siciliano, Seis Personagens em Busca de um Autor. Ezio (Fabio de Luigi) é um escritor em crise que tenta traçar algumas linhas a partir do medo de todos em tomar um rumo na vida. Já no esboço, os personagens se revoltam
e literalmente saltam da tela do computador para cobrar dele decisões. Daí em diante, o diretor Gabriele Salvatores reforçará as citações da peça original de Alessandro Genovesi na qual se baseia. Há um clima das comédias dramáticas de Woody Allen, da extravagância de Wes Anderson (Os Excêntricos Tenenbauns), da fantasia da dupla Charlie Kaufman e Spike Jonze (Adaptação), e para quebrar a predominância inglesa, um tanto de Fellini (8  ). Com todo esse arsenal, é legítimo esperar uma receita temperada e bem-sucedida em sua ambição.

Nem tanto. Há graça, sim, em algumas passagens que se desenrolam no filme dentro do filme. Mas também há excesso de referências e situações jogadas ali malcozidas
e velhas, ultrapassadas.
As famílias desordenadas, por exemplo, chefiadas por um empresário que se descobre com câncer (Fabrizio Bentivoglio) e por um tipo fanfarrão em seu hábito de fumar maconha (Diego Abatantuono). Ambas se aproximam pela cisma do filho adolescente do primeiro em se casar com a filha do outro clã. Ezio entrará em cena ao atropelar de bicicleta a mulher do empresário (Margherita Buy). Salvatores, antes genuíno no humor de Mediterrâneo, soa agora artificial na intenção de moldar-se a um jeito americano de fazer comédia, gênero em que, como se sabe,
a Itália foi pródiga.

ESTRANHOS NORMAIS
Gabriele Salvatores

Fronteiras ampliadas

Na aventura ainda insondável de buscar inovadoras formas de realização cinematográfica e plataformas para exibi-la, o Fluxus – Festival Internacional de Cinema na Internet impõe-se como a pista mais duradoura de êxito. Alcança a oitava edição com um volume de 1,2 mil inscritos e boa receptividade no universo virtual. A proposta reitera-se a partir do dia 28, quando 34 filmes de diversos países podem ser conferidos no site do evento e, no dia seguinte, numa instalação no Sesc Pompeia. Ali, uma exibição simultânea propicia ao espectador fazer seu próprio percurso.

São documentários como Taba, do mineiro Marcos Pimentel, e animações a exemplo de Sono, do suíço Claudius Gentinetta, além de experimentos como Nearby, do paulista Alfredo Hisa.
A ficção tem representantes como Alfama, do português João Viana, e 15 Verões Mais Tarde, do espanhol Pedro Collantes. O público pode escolher o melhor numa produção cujas marcas são a duração de não mais que
40 minutos e a inventividade temática e estética.

FLUXUS – FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA
NA INTERNET

www.fluxusfestival.com
e Sesc Pompeia
De 28 de junho a 31 de julho