Você está aqui: Página Inicial / Cultura / Sobrevida e provação

Cultura

Cinema

Sobrevida e provação

por Camila Alam — publicado 31/01/2011 11h21, última modificação 31/01/2011 11h21
Em cartaz: O longa Inverno da Alma, de Debra Ganik, indicado ao Oscar de melhor filme

INVERNO DA ALMA
Debra Ganik
É numa paisagem fria e pouco habitada que  se passa o longa Inverno da Alma, indicado ao Oscar de melhor filme, a estrear na sexta 28. Não é no pasto gelado de uma cidade no interior dos Estados Unidos que este filme se apoia, mas sim nas frias relações que rondam a garota Ree (Jennifer Lawrence). Aos 17 anos, cuida dos irmãos menores e da mãe doente. Seu único bem, a casa onde moram, está prestes a ser confiscado caso o pai foragido da polícia não apareça na reunião da liberdade condicional. Para não perder seu único porto seguro, ela busca o pai incansável e corajosamente entre figuras que despertam raiva e indignação, alguns seus próprios parentes.
Entre brigas de gangues, tráfico e produção de drogas, esta trama se desenvolve de maneira dura, tanto à protagonista, quanto ao espectador. A personagem impressiona por sua força ao buscar sobrevivência, a própria e a daqueles que dela dependem. Em meio ao sofrimento e desespero da jovem em um cenário pouco comum em Hollywood, a atuação de Lawrence é exata e firme, sua expressão inalterada. A atriz de 20 anos, praticamente iniciante, concorre ao Oscar em sua categoria. John Hawkes, no papel do imprevisível tio Teardrop, está na briga pela estatueta de Melhor Ator Coadjuvante.