Você está aqui: Página Inicial / Cultura / Proibição de biografias é porta para censura, dizem internautas

Cultura

Enquetes - CartaCapital

Proibição de biografias é porta para censura, dizem internautas

por Redação — publicado 25/10/2013 11h57, última modificação 25/10/2013 13h23
Para a maioria dos leitores, artistas como Chico Buarque e Roberto Carlos estão equivocados ao tentar barrar a publicação de obras não-autorizadas
Roberto Carlos

Capa do livro "Detalhes" biografia de Roberto Carlos escrita por Paulo Cesar Araújo e censurada pelo cantor

O site de CartaCapital perguntou: o que você acha da campanha de artistas como Roberto Carlos e Chico Buarque para barrar a publicação de biografias não-autorizadas no Brasil? Entre os dias 18 e 25 de outubro, 4.918 internautas participaram da enquete.

A maioria (67%, ou 3.306 votos) disse considerar que os artistas estão equivocado. Segundo eles, para preservar suas próprias histórias, Chico e companhia poderiam abrir precedentes para a censura de publicações relevantes para o interesse público, e não apenas para os fãs.

Outros 1.612 leitores (33%) disseram que os artistas estão certos. Para eles, os biografados têm o direito de manter a sua privacidade e de questionar supostas inverdades sobre suas vidas, o que nem sempre é respeitado por autores e editoras.

O debate entre o mercado editorial e o meio artístico devido a um projeto de lei, em análise no Congresso, sobre o tema. (A votação na Câmara aconteceria durante a semana, mas foi adiada). A lei atualmente em vigor permite tirar de circulação as obras do gênero que não agradem o seus biografados, caso do livro sobre a vida e obra de Roberto Carlos.

Os artistas pedem que as biografias só sejam publicadas no País com a autorização das famílias dos biografados. Argumentam que autores e editoras lucram com a privacidade alheia sem se responsabilizar por supostas difamações. Autores e editoras, por sua vez, afirmam que a proposta dos artistas é censura e produzirá apenas textos chapa-branca.

A nova enquete está no ar. Participe!