Você está aqui: Página Inicial / Cultura / García Márquez sofre de demência senil, diz irmão

Cultura

Literatura

García Márquez sofre de demência senil, diz irmão

por Redação Carta Capital — publicado 06/07/2012 17h09, última modificação 06/07/2012 17h27
Segundo Jaime García Márquez, o autor não tem mais condições de escrever a segunda parte de sua biografia 'Viver para Contar'
Gabo

O escritor colombiano Gabriel Garcia Marques. Foto: Galeria de *malvenko/Flickr

Gabriel García Marquez escreveu na sua autobiografia que a vida não é o que a gente viveu, e sim o que a gente recorda, e como recorda para contar. Pois nesta sexta-feira 6 o irmão do escritor colombiano, Jaime García Marques, afirmou que o autor de O Amor nos Tempos do Cólera sofre de demência senil, embora "ainda conserve o humor, a alegria e o entusiasmo que sempre teve".

O anúncio foi feito durante um encontro com participantes do programa cultural Ruta Quetzal BBVA, no Museu da Inquisição, na cidade caribenha de Cartagena. Segundo Jaime, "do ponto de vista físico ele está bem, embora já tenha alguns conflitos de memória", que se agravaram pelo câncer linfático que enfrentou em 1999.

Ele afirmou que, em sua família, todos sofrem de demência senil e que, no caso de GGM, o processo foi acelerado pela quimioterapia – que salvou sua vida, mas “também acabou com muitos neurônios, muitas defesas e células”.

Segundo a agência Efe, Jaime García Márquez lamentou que seu irmão não esteja em condições de escrever a segunda parte de sua biografia Viver para Contar.

O anúncio é um dos mais tristes sinais de que, sem a capacidade de lembrar e contar, o maior escritor latino da atualidade (talvez de todos os tempos) já não vive. Gabriel García Marques tem 85 anos.

registrado em: