Você está aqui: Página Inicial / Cultura / Referência em música brasileira, Farofafá migra para CartaCapital

Cultura

Música

Referência em música brasileira, Farofafá migra para CartaCapital

por Redação — publicado 30/07/2013 15h28, última modificação 30/07/2013 15h53
Site comandado pelos jornalistas Pedro Alexandre Sanches e Eduardo Nunomura trata do universo musical brasileiro de forma inédita e provocatica
Divulgação
Farofafá

Estreia do site acontece nessa sexta-feira 26

Nesta terça-feira 30 de julho, o site Farofafá, referência em música brasileira, passa a integrar o site de CartaCapital. A publicação é comandada pelos jornalistas Pedro Alexandre Sanches e Eduardo Nunomoura, e existe há cerca de dois anos. No portal de CartaCapital, Farofafá continuará trazendo conteúdo sobre os mais diversos estilos musicais brasileiros, entrevistas com artistas, perfis de estilos, bastidores, resenhas de lançamentos e tudo o que mais orbitar no universo musical brasileiro. Um dos grandes diferenciais do site é que os jornalistas também têm a preocupação de abordar políticas públicas culturais, como mostra um dos textos de estreia, sobre o Ecad.

O nome Farofafá nasceu da ideia de “farofa”, explica Pedro Alexandre Sanches: "Queremos gerar uma grande mistura de ingredientes que se completam, formando um todo cada vez mais plural. Farofa, por ser um prato comum brasileiro e também uma  música brega dos anos 60 [do compositor Mauro Celso]. E, na nossa cabeça maluca, ainda conseguimos visualizar a cantora Fafá de Belém, essa artista maravilhosa de Belém do Pará”.

Sanches, que já passou pelas redações da Folha de S. Paulo, Estadão e da própria CartaCapital, diz que o Farofafá nasceu para ser uma alternativa para o leitor que quer saber sobre a música brasileira de fato, e não apenas o que a grande imprensa selecionou como "adequado". “A primeira coisa em que acreditamos é que, em 2013, não é possível fazer jornalismo musical em cima de preconceitos, mas infelizmente é o que ainda acontece”, diz ele. “Eu cubro música brasileira desde o início da minha carreira, há quase vinte anos, e já vi vários preconceitos com estilos de música, artistas, movimentos e faixas etárias”.

Completa o time Eduardo Nunomura. Pedro e Eduardo foram colegas na Universidade de São Paulo quando cursaram jornalismo na Escola de Comunicações e Artes (ECA). Sanches conta que os dois tiveram trajetórias diferentes, mas que se convergiram pela paixão que ambos mantém pela cultura. Os dois prometem trazer perfis de artistas, novos movimentos e transitar entre os pontos mais sofisticados e mais simples da cultura musical brasileira, dos "episódios mais consagrados e os mais esquecidos".

O site se define como uma maneira democrática no trato da produção cultural do País, traduzindo a imensa diversidade dos ritmos do Brasil - desde a Bossa Nova até o Tecnobrega - e se tornar a opção para o leitor que busca a pluralidade de informações e ideias. “Pretendemos colocar em discussões temas como o Ecad e também trazer resenhas dos últimos discos lançados. Ser realmente uma fonte completa para quem quer saber da música nacional”, explica.

Para a estreia de Farofafá em CartaCapital, a dupla preparou nada menos do que 17 novos textos, entre reportagens, perfis, entrevistas e resenhas.  Entre elas, o perfil e uma entrevista com a cantora, instrumentista e compositora brasileira Joyce. “Ela é uma compositora maravilhosa, muito admirada no exterior e pouco valorizada no Brasil, que é o País dela”, explica Pedro. “A trajetória pessoal dela conta a história da MPB inteirinha. Ela era uma compositora mulher em um momento que ninguém aceitava que as mulheres escrevessem músicas e ela foi passando por tudo isso, discretamente”.

O site também teve seu layout totalmente reformulado. Vale muito a pena conferir: farofafa.cartacapital.com.br

registrado em: , , ,