Você está aqui: Página Inicial / Cultura / Em Recife, Mino Carta lança o livro “O Brasil”

Cultura

Lançamento

Em Recife, Mino Carta lança o livro “O Brasil”

por Redação — publicado 24/06/2013 15h41, última modificação 24/06/2013 17h03
Na obra, o diretor de redação de CartaCapital transita pela história do Brasil e do seu jornalismo
CartaCapital
Mino Carta

Mino Carta, jornalista que fundou importantes veículos de imprensa do País, promove uma reflexão do Brasil e do seu jornalismo

Às 19h desta terça-feira 25 de junho, na livraria Saraiva do Shopping Riomar em Recife (PE), o jornalista Mino Carta, responsável por publicações que fizeram história na imprensa brasileira, lança o livro O Brasil, uma narrativa que recorre de maneira hábil à literatura para criar uma polêmica reflexão sobre o Brasil, promovendo uma devassa na história do País a partir da morte de Getúlio Vargas.

Da Itália em pleno conflito durante a Segunda Guerra Mundial às transformações do Brasil a partir dos anos 1950, Carta tece uma história corajosa e polêmica. Neste romance, um garoto vive em Gênova, cidade constantemente bombardeada, em meio à Segunda Guerra Mundial. Eis então que, de maneira súbita e capciosa, o jornalista Mino Carta interrompe as memórias de uma infância na Itália castigada pelo conflito e envereda para o Brasil de Getúlio Vargas.

O primeiro capítulo do livro, a seu modo bastante singular, romance e memória ao mesmo tempo, começa com a morte do presidente e a comichão que invade o personagem Waldir, professor de História e Geografia no Colégio do Estado, ao receber a notícia. Com intensidade, ele sentencia ao filho Abukir: “Este tiro a gente vai escutar por muito tempo.”

Presa da urgência de entender aquela estranha morte, Waldir vai ao encontro de um amigo linotipista no jornal mais importante da cidade, O Estado de S. Paulo, levando Abukir a tiracolo. Numa época em que a imprensa é a principal detentora das notícias e a grande criadora das verdades, o professor Waldir, leitor fiel daquele grande jornal, é o tipo de paulista que sempre enxergou Getúlio Vargas com repulsa.

É a partir desse cenário que Mino Carta, lançando mão de sua experiência comandando alguns dos principais veículos de imprensa do país, constrói um antológico enredo entremeado por entreatos de pura memória, a fim de guiar o leitor por uma devassa na história do nosso país e do seu jornalismo. O resultado é este inigualável retrato, narrativa essencial para reflexão e discussão.

Serviço:

Loja Saraiva do Shopping Riomar - Avenida República do Líbano, 251 (Pina)

25/06/2013 - 19h

No evento, o livro será apresentado pelo jurista e escritor José Paulo Cavalcanti

registrado em: , ,