Você está aqui: Página Inicial / Cultura / Sócrates em debate nesta terça-feira no Rio de Janeiro

Cultura

Diálogos Capitais

Sócrates em debate nesta terça-feira no Rio de Janeiro

por Redação — publicado 14/06/2013 11h23, última modificação 18/06/2013 14h35
Diálogos Capitais: Afonsinho e Xico Sá participam de bate-papo sobre o livro 'Sócrates Brasileiro' na FNAC da Barra, no Rio
Sócrates

Sócrates marcou época como craque do Corinthians e da seleção brasileira

O ex-jogador e atual colunista da CartaCapital Afonsinho e o jornalista Xico Sá participam de um bate-papo sobre o livro de crônicas do craque Sócrates, que atuou no Corinthians e na seleção brasileira, na terça-feira 18, às 19 horas, na FNAC da Barra (RJ). O evento integra o projeto Diálogos Capitais, da revista CartaCapital.

O livro Sócrates, Brasileiro reúne crônicas do médico e jogador de futebol publicadas na revista CartaCapital e foi lançado em dezembro passado pela editora Confiança, que edita a revista. A publicação conta com oito capítulos, compostos por 87 textos de Sócrates escritos para a revista por mais de dez anos, além de uma entrevista concedida à CartaCapital.

O Doutor Sócrates escreveu seu primeiro artigo para a revista em 2001, quando a publicação passou de quinzenal a semanal. Em suas crônicas exprimiu regularmente suas ideias e posições que, desde o primeiro texto, ocuparam um espaço único na revista.

Nos textos, Sócrates falava sobre futebol, mas não deixava de tratar outros temas e questões políticas que permeiam o esporte, sempre com seu estilo próprio de escrita. Afonsinho diz que desde que conheceu Sócrates, quando jogava pelo XV de Jaú, e o doutor pelo Botafogo de Ribeirão Preto, um traço da personalidade dele chamou sua atenção e fez com ele tivesse a sua admiração.

"Doutor Sócrates tinha visão de raio x, o que lhe permitia ter uma capacidade enorme de analisar as situações dentro do campo e atuar. Quando passei a conviver com ele, como amigo, percebi que essa visão de raio x também existia fora de campo, com análises sempre profundas sobre vários temas”, diz.

Xico Sá, que dividiu com Sócrates a bancada do programa Cartão Verde, era parceiro do doutor também em mesas de bar, com quem tinha animadas conversas. "Sou um socrático de carteirinha. Além de um gênio da bola, doutor era um filosofo do dia a dia, me ensinou muito na suas reflexões sobre o País, a política e a cultura brasileira", diz Xico.

Segundo Mino Carta, diretor de redação da CartaCapital, Sócrates se foi muito antes do tempo, mas soube viver a vida e de vários pontos de vista.“Há tempos o conheci, por dez anos privei com ele na sua qualidade de colunista de CartaCapital e nunca duvidei da nitidez dos seus propósitos e dos seus ideais”, declara.

registrado em: ,