Você está aqui: Página Inicial / Cultura / Bravo! / Em "O Futebol", um estranho rigor

Cultura

Cinema

Em "O Futebol", um estranho rigor

por Rosane Pavam publicado 29/04/2016 13h38
Sergio Oksman traça tensão entre ficção e documentário a partir de tema pessoal
O-Futebol

A sequência dentro do carro, onde pai e filho observam ao longe os murmúrios da torcida no Itaquerão

Para o diretor Sergio Oksman, sua obra, vencedora dos prêmios de Melhor Filme da 21ª edição do Festival de Documentários É Tudo Verdade e da Associação Brasileira dos Críticos de Cinema, nasce de uma tensão que impede sua definição entre ficção e documentário. E talvez isso se possa dizer de todos os filmes com a ambição ao documento. Eles são um ponto de vista, uma construção narrativa, incapazes de se assumir fidedignos ao real.

O Futebol é tanto mais uma autoria por abordar tema pessoal. Oksman não privava da convivência com o pai, Simão, havia muitos anos e decidiu fazê-lo durante a Copa do Mundo de futebol realizada no Brasil, em 2014. Boleiro inveterado e taciturno, Simão observa o mundo com assumida unilateralidade. O seu olhar sobre as coisas, das miúdas às cruciais, é o que importa ressaltar, mas o filme, a certa altura, quebra o percurso de domínio do personagem sobre seu destino.

A ausência de uma fotografia espetacular, tão realista a ponto de se tornar corriqueira no filme, promove um sentido de identificação do espectador com aquela realidade – em parte, ele a vive como sua. Em alguns momentos, Simão murmura sozinho, no bar, sobre seu desejo de que o neto não sofra com alguma perturbação por ele vivenciada.

O Futebol. Sergio Oksman

E é como se o espectador, sem saber do que ele fala, pudesse lhe dar razão. A câmera se movimenta pelas ruas paulistanas em busca de equilíbrio, rigor, simetrias. Em uma bela sequência, pai e filho postam-se diante do Itaquerão, dentro do carro, e assistem a um dos jogos da Copa não pelo rádio, que inexiste no veículo, mas através do murmúrio ao longe promovido pela torcida. Nada é explicado, apenas sugerido pela montagem que se quer precisa, quase ritualística. Terá sido gol?

 

registrado em: , ,