Você está aqui: Página Inicial / Cultura / Bravo! / Sob a égide da iconoclastia

Cultura

CD

Sob a égide da iconoclastia

por Tárik de Souza — publicado 14/10/2016 04h36
Na capa, boneco boquiaberto evoca o intempestivo quadro O Grito
ó Capa

Confluência de vanguardas compõem novo disco solo de Juliana Perdigão

Uma confluência de vanguardas deságua no novo disco-solo da cantora, compositora e instrumentista mineira radicada em São Paulo Juliana Perdigão, com a banda Os Kurva. O boneco boquiaberto da capa evoca o intempestivo quadro O Grito, do expressionista norueguês Edvard Munch, embora mimetize a letra acentuada na faixa-título um poema do concretista Haroldo de Campos musicado por ela: Ó de jóia com dourados painéis de Macau/ breve haicai barroco/ que esconde sua vogal de espanto. Em Pierrô Lunático (Nuno Ramos/Guilherme Held/Rômulo Fróes), pontilhado por clarinete, sax roufenho e guitarras desalinhadas, remete ao atonalismo do Pierrot Lunaire, de Arnold Schoenberg. 

Cria de rodas de choro mineiras (Corta Jaca, Quatro na Roda), ex-integrante da local Graveola e o Lixo Polifônico, de título autoexplicativo, e da banda de Tulipa Ruiz (com quem entretece Vestido com Vista pro Mar), Juliana ainda estagiou no libertário Teatro Oficina. De seu mentor, o teatrólogo Zé Celso Martinez Corrêa, pescou as vogais vocais alteradas de abertura (Aeiuo) e fecho do disco (Aeiuozé), inspiradas no poeta francês Rimbaud e no nigeriano afropop Fela Kuti.

O sumarento Mar Deserto (Kristoff Silva/ Makely Ka) provém da nova sintaxe mineira, enquanto a carioca Ava Rocha, em Ela e o Samba, fornece uma paráfrase roqueira de Agoniza Mas não Morre, de Nelson Sargento.

Mas a ambientação dominante perpassa várias safras da iconoclastia paulistana. De Ná Ozzetti, ex-Rumo (Mãe da Lua) e Mauricio Tagliari, ex-Nouvelle Cuisine (Bicho Morto), ao produtor do disco, Rômulo Fróes, com quem Juliana divide as dissonâncias de Fantasma, e Kiko Dinucci (ambos do Passo Torto), que esgarça nas guitarras seu acalanto devastador, Crack para Ninar: Me dê a mão/ eu vou cair além do chão

Ó. Juliana Perdigão e Os Kurva.
ybmusic/Natura Musical

registrado em: , , , ,