Você está aqui: Página Inicial / Cultura / Atrizes dividem prêmio em Cannes e francês leva Palma de Ouro

Cultura

Cannes

Atrizes dividem prêmio em Cannes e francês leva Palma de Ouro

por Redação — publicado 24/05/2015 17h12
O aclamado chinês Mountains May Depart, de Jia Zhangke, saiu sem estatueta
Divulgação/Facebook/Cannes
Cannes

A atriz francesa Emmanuelle Bercot (esquerda), o diretor francês Jacques Audiard (centro) e o ator francês Vincent Lindon

O filme francês Dheepan venceu a Palma de Ouro em Cannes neste domingo. O drama conta a história de um ex-guerrilheiro do Sri Lanka que  enfrenta a violência ao migrar para a França. Além da Palma de Ouro, o filme de Jacques Audiard levou os prêmios de ator e atriz. O aclamado chinês Mountains May Depart, de Jia Zhangke, saiu sem estatueta.

O Prêmio do Júri foi entregue a The Lobster, sobre um hotel em que é preciso encontrar um namorado em até 45 dias.

Audiard fez piada ao receber o prêmio. "Agradeço a Michael Haneke por não ter filme este ano", brincou o francês, que em 2009 perdeu a Palma para "A Fita Branca", do diretor austríaco.

O prêmio de melhor diretor, no entanto, foi entregue ao taiwanês Hou Hsiao Hsien, responsável pelo filme de artes marciais The Assassin (A assassina). Já o roteiro do mexicano Michel Franco em Chronic lhe valeu o prêmio da categoria. Nele, Tim Roth vive um enfermeiro com um segredo envolvendo pacientes terminais.

A Palma de melhor atriz foi dividida entre a americana Rooney Mara, pelo drama Carol, e a francesa Emmanuelle Bercot, por Mon Roi (Meu Rei). O francês Vincent Lindon levou a Palma de ator com o personagem de um executivo desempregado há mais de um ano.

O diretor húngaro László Nemes ficou com o Grande Prêmio do Júri, com Son of Saul (O filho de Saul), sobre um judeu que quer enterrar seu filho com dignidade em um campo de concentração. O colombiano de La Tierra y la Sombra, com coprodução brasileira, venceu o prêmio de melhor diretor estreante.

Única mulher da Nouvelle Vague nos anos 60, a francesa Agnes Varda, recebeu uma Palma de Ouro pelo conjunto da carreira. “Um prêmio de resistência ao cinema de autor”, discursou.

registrado em: , ,