Você está aqui: Página Inicial / Blogs / QI / Nirlando Beirão / Game of Thrones (2)

Cultura

Réplica

Game of Thrones (2)

por Nirlando Beirão publicado 19/05/2014 15h19, última modificação 19/05/2014 15h23
Prometo continuar assistindo Game of Thrones até que o feitiço que contagia seus ferozes seguidores produza em mim o mesmo efeito. Por Nirlando Beirão
Divulgação
got-game-of-thrones-34252415-3300-2196.jpg

Cena de Game of Thrones, cujos fãs atacaram a crítica de Nirlando Beirão

Pelo visto, os fanáticos do Game of Thrones querem trazer para a realidade as brutalidades daquela ficção. Vários deles, percebo, gostariam de tomar a narrativa ao pé da letra e convocar, por exemplo, o sinistro Oberyn Martell, a Víbora Vermelha, a vir arrancar pessoalmente a minha pele. Querem inflingir nos outros as crueldades traiçoeiras e as vilanias de trogloditas que assistem, com o coração na boca, em sua angustiada telinha.

É só um passatempo, minha gente – ou deveria ser. Percebo que a minha opinião contraria à de alguns de vocês. De fato, não me comovi com as alegorias meio pueris criada a partir da obra do gorduchinho George R. R. Martin. Acho bobinha aquela menção medieval de nomes tais como Daenerys Targaryen e e Tycho Nestoris. Mas não sinto ódio, não clamo por vingança, não vou guardar rancor da geladeira. Assisto a série, desfruto daqueles minutinhos de diversão descerebrada, sem uma fisgada de verdadeira comoção – e vou em frente.

No departamento infanto-juvenil, prefiro Roald Dahl, C S Lewis, Tolkien – para não citar os eternos Grimm e Perrault. Como não tenho mais a ilusão adolescente das certezas absolutas, prometo continuar assistindo Game of Thrones até que o feitiço que contagia seus ferozes seguidores produza em mim o mesmo efeito. Nesse dia, prometo, apresentarei aqui os fiéis de Westeros o meu comovido, sincero mea culpa.

.

Leia aqui a crítica que despertou a ira dos fãs.