Você está aqui: Página Inicial / Blogs / QI / Nirlando Beirão / A nova fase de Gabi

Cultura

TV

A nova fase de Gabi

por Nirlando Beirão publicado 30/01/2015 05h08, última modificação 11/06/2015 19h14
Demitiu o SBT e arrumou um professor de filosofia. tem muito a ensinar a ele
Divulgação

O adeus à tevê que Marília Gabriela ensaia, passo a passo, mas irreversivelmente, merecia muito mais do que o rodapé das colunas especializadas. Ela desistiu do De Frente com Gabi, no SBT, continua no GNT, é verdade, e promete transferir parte de seu talento dramático para uma ou outra minissérie. Mas, de todo modo, as câmeras devem estar alarmadas ante o perigo iminente de que Gabi venha a se aposentar dos estúdios na flor de sua maturidade.

Marília Gabriela é do tipo capaz de fazer, com rara competência, tudo o que quiser fazer. Assim como perpetra com maestria incomum a arte de fazer mesmo o que não lhe interessa fazer. É o caso do programa de entrevistas no SBT.

Ali, desconfortável com o volume de platitudes produzidas por seus entrevistados subcélebres, Gabi desenvolveu a artimanha de, com olhos bem arregalados, simular uma atenção profundísssima, quando, na verdade, seu espírito viajava por territórios muito remotos.

Estrela da telinha desde aquele TV Mulher da Globo, no início dos anos 80, Gabi jamais merecerá ser tratada em algum tempo do pretérito, já que, para nossa tevê, ela sempre será presente.

O que intriga é que ela anuncie o desejo de dedicar seu tempo livre a aulas de filosofia com aquele teólogo do atraso cujo ponto alto de reflexão epistemológica foi a tese de que as menininhas só se oferecem sexualmente para quem é de esquerda (ele, coitado, é de direita).