Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Parlatório / Em imagens, a repressão da PM no segundo ato contra a tarifa

Política

Violência policial

Em imagens, a repressão da PM no segundo ato contra a tarifa

Segundo protesto contra o aumento das tarifas do transporte público foi reprimido com violência antes mesmo de começar
por Redação — publicado 13/01/2016 11h57, última modificação 13/01/2016 12h08
Rovena Rosa/Agência Brasil
ato-tarifa

Manifestantes foram encurralados pela Polícia Militar

Munida de bombas de gás lacrimogêneo e de efeito moral, balas de borracha, spray de pimenta e cassetetes, a Polícia Militar de São Paulo reprimiu violentamente o segundo ato contra o aumento da tarifa no transporte público na terça-feira 12 em São Paulo. Ao menos 20 pessoas ficaram feridas, incluindo jornalistas.

A repressão foi a resposta da PM para um impasse com os manifestantes, que decidiram marchar pela avenida Rebouças em direção ao Largo da Batata. A polícia havia sugerido que o ato seguisse pela rua da Consolação até a praça da República e, diante da recusa dos ativistas, impediu que o ato prosseguisse. A resposta violenta, então, começou no local de concentração do ato, no cruzamento das avenidas Paulista e Consolação.

PM impede manifestação em SP

Publicado por PSTU Nacional em Terça, 12 de janeiro de 2016

Truculência Policial na Rua Sergipe

Publicado por Jornalistas Livres em Terça, 12 de janeiro de 2016

Rocam agride violentamente grupo de jovens proximo ao cemiterio da Consolação!Lutador perde dois dentes e quebra mais um! Absurdo!

Publicado por território livre em Terça, 12 de janeiro de 2016