Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Blog do Orlando Margarido / Alguns bons filmes da Mostra

Cultura

Dicas para se achar na maratona de cinema

Alguns bons filmes da Mostra

por Orlando Margarido — publicado 21/10/2013 15h24

A Mostra mal começou neste último final de semana e a correria já determinou minhas prioridades na maratona. Uma delas foi acompanhar alguns dos filmes brasileiros em suas primeiras sessões. Explico. Estou coordenando o júri da Abraccine, nossa associação nacional de críticos de cinema, que vai premiar o melhor longa-metragem brasileiro entre diretores em até segundo filme. Numa vitrine gigantesca como é a Mostra, há de se lançar mão de algum critério e este me parece representativo e coerente com a proposta do prêmio da entidade de valorizar o novo. Tudo para dizer que eu e mais quatro colegas temos que assistir a 21 títulos para chegarmos a decisão, isto entre a enxurrada de filmes estrangeiros também de nosso interesse, claro, ou mesmo em alguns casos, para os veículos que representamos.

Faço abaixo uma lista, ainda que tardia, de dicas do que é interessante ver, levando em conta o que já assisti em festivais internacionais:

A Fuller Life -- O documentário sobre Samuel Fuller por sua filha, a partir da autobiografia do cineasta. Gente famosa, entre atores e seus colegas, interpretam passagens do livro. Obrigatório para entender o universo de Fuller.

Amor, Plástico e Barulho -- A pernambucana Renata Pinheiro estréia no longa de ficção com um retrato entre o humor e o trágico da música brega e o falso glamour dos artistas em busca da celebridade. Maeve Jinkings, maravilhosa, e Nash Laila, não menos, venceram os prêmios de melhor atriz e atriz coadjuvante no Festival de Brasília.

Ana Arabia -- Amos Gitai as voltas com sua questão habitual do confronto entre palestinos e israelenses, desta vez a partir de um contexto muito particular. Numa modesta vila de casas, na fronteira dos dois países, uma jornalista entrevista os moradores que convivem há anos com harmonia. Um único plano-sequência demonstra o refinamento técnico do cineasta mas também a integridade dos depoimentos. O filme é também sobre arquitetura, aquela simples em detrimento da grandiosa, e por isso haverá encontro com Gitai sobre o tema, e a exibição de um documentário de conversas com profissionais da área.

Barry Lyndon -- A chance de ver ou rever este grandioso Kubrick na tela grande ainda é possível em últimas sessões.

Cães Errantes -- Tsai Ming-liang tem seus seguidores, a quem não é preciso sugerir este que talvez, ele garante a decisão, seja seu último filme. Grande Prêmio do Júri em Veneza, é por certo um de seus dramas mais exigentes na misé-en-scène, com planos de longuíssima duração. Mas o resultado é  valioso.

Child's Pose -- O vencedor do Urso de Ouro de Berlim dá conta da nova classe alta romena e sua ética muito questionável baseada na corrupção e no credo acima de tudo no dinheiro.  Tudo isso a partir de uma tragédia que põe a nu uma família e sua matriarca, interpretada por uma impressionante atriz.

De Menor -- Uma bonita estréia de Caru Alves de Souza, a filha de Tata Amaral. Há algum vínculo com o cinema da mãe, mas Caru segue caminho próprio com uma discussão atual e personagens num universo mais jovem do que os filmes de Tata. No mais, dois irmãos, um adolescente e a outra advogada, órfãos e aprendendo sob o mesmo teto, dão um sentido adulto e corajoso ao filme.

Las Analfabetas -- A ótima atriz Paulina García, vencedora do prêmio de melhor interpretação em Berlim por Gloria, já seria motivo suficiente para assistir ao filme chileno. Mas o drama delicado, de algum confronto eventual, de Moisés Sepúlveda, tem força também na aproximação das duas mulheres em cena, uma analfabeta e a jovem que tenta lhe ensinar a ler. O aprendizado, como se verá, não vem só do alfabeto, como se verá.

Lições de Harmonia -- O filme do Casaquistão, outro premiado de Berlim, desta vez por contribuição técnica, deve muito por certo a bela fotografia. E se a Mostra exibi-lo com qualidade, em cores, o espectador verá também que há algo mais na história de um garoto do campo em enfrentamento com seus colegas de escola. Uma das boas descobertas da programação, por certo.

registrado em: ,