Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Carta nas Eleições / Rede, de Marina, recomenda voto branco, nulo ou em Aécio

Política

Eleições 2014

Rede, de Marina, recomenda voto branco, nulo ou em Aécio

por Redação — publicado 09/10/2014 13h05, última modificação 09/10/2014 13h19
A candidata adiou a declaração pública na qual, esperava-se, ela apoiaria o tucano
Vagner Campos / Divulgação
Marina Silva

Marina Silva, no sábado 4, durante evento de campanha em São Paulo

A Rede Sustentabilidade, partido de Marina Silva ainda não oficializado e abrigado no PSB, recomendou aos seguidores do movimento que votem em branco, anulem ou escolham Aécio Neves (PSDB) no segundo turno das eleições presidenciais. Marina, por sua vez, adiou declaração pública esperada para a quinta-feira 9, na qual poderia declarar apoio ao tucano, e desistiu de participar da reunião, em Brasília, dos partidos que a apoiaram. Nesta semana, o PSB e o PPS aderiram à campanha do PSDB.

O recado aos militantes da Rede está em artigo publicado na manhã da quinta 9 no site do partido. Segundo a Rede, a votação no primeiro turno "tornou evidente que a maioria da sociedade não aprova o atual governo e que não quer sua continuidade", e os 22% de votos obtidos por Marina mostram "que parcela significativa da sociedade continua apoiando uma mudança qualificada".

As candidaturas de Aécio e Dilma Rousseff (PT) não representam essa mudança, segundo a Rede. "Nenhum dos caminhos aponta para uma saída política de profundidade, capaz de reduzir as desigualdades sociais promovendo a plena cidadania através de um novo padrão de relações econômicas, sociais, culturais e políticas, baseadas na qualidade de vida e na sustentabilidade", afirma o comunicado.

A Rede chamou de "sórdida" a campanha petista contra Marina no primeiro turno e reafirmou "a posição de dizer não ao continuísmo", que significa a reeleição de Dilma. "Em respeito aos que votaram em Aécio acreditando na mudança, aos que não definiram sua posição e aos que não se sentem representados pela polarização que persiste há 20 anos, delegamos a cada militante avaliar em qual dessas alternativas as propostas de mudança qualificada, expressa pela candidatura Marina Silva, estará mais bem representada", diz.