Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Carta nas Eleições / Ibope: Skaf sobe, mas Alckmin ainda venceria no primeiro turno

Política

Eleições 2014

Ibope: Skaf sobe, mas Alckmin ainda venceria no primeiro turno

por Redação — publicado 02/09/2014 18h32, última modificação 03/09/2014 13h26
Alckmin caiu de 50% para 47% e Skaf subiu de 20% para 23%. Padilha está em terceiro, com 7%
Ayrton Vignola/Divulgação
Skaf

Skaf (foto) diminuiu a diferença para Alckmin

Em uma semana, o governador e candidato à reeleição Geraldo Alckmin (PSDB) caiu de 50% para 47% na pesquisa Ibope. Paulo Skaf (PSB) subiu de 20% para 23% e Alexandre Padilha (PT) de 5% para 7%.

O novo levantamento foi divulgado na terça-feira 2 e sua margem de erro é de dois pontos porcentuais. A pesquisa foi encomendada pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Rede Globo.

Com o resultado, o tucano seria eleito no primeiro turno e iria para seu quarto mandato como governador. Segundo a pesquisa, o tucano tem a sua maior vantagem entre os eleitores escolarizados até a 4ª série e a menor entre os eleitores com nível superior completo.

eraldo Alckmin também tem seus melhores resultados entre os mais pobres, que ganham até dois salários mínimos. Nessa faixa, Alckmin tem 51% contra 17% de Skaf. A menor diferença é entre os que ganham mais de 5 salários mínimos, onde o tucano tem 47% e Skaf, 33%.

O levantamento foi feito entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro de 2014. O instituto entrevistou 1.806 eleitores. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral com o número BR-00492/2014.