Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Carta nas Eleições / Ibope: RJ e MG têm empate técnico na disputa pelo governo

Política

Eleições 2014

Ibope: RJ e MG têm empate técnico na disputa pelo governo

por Redação — publicado 30/07/2014 21h41, última modificação 18/08/2014 15h33
Apesar de estar na liderança, Garotinho (PR) tem o maior percentual de rejeição dos candidatos do Rio de Janeiro: 44% Garotinho (PR)
Renato Araújo/Agência Brasil
Líder na pesquisa, Anthony Garotinho tem a maior rejeição do eleitorado carioca

Líder na pesquisa, Anthony Garotinho tem a maior rejeição do eleitorado no RJ

O Ibope divulgou nesta quarta-feira 30 o resultado de pesquisas de intenção de voto da disputa para governador em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal e Pernambuco. O levantamento é o primeiro realizado depois da definição das candidaturas e foi feito entre 26 e 28 de julho, a pedido da TV Globo.

No Rio de Janeiro, de acordo com o instituto, o candidato Anthony Garotinho (PR) lidera com 21% das intenções de voto, Marcelo Crivella (PRB) tem 16% e o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), candidato à reeleição, possui 15% da preferência do eleitorado. Como a margem de erro é de três pontos percentuais, os três estão tecnicamente empatados. Já o candidato do PT, Lindberg Farias, está com 11% dos votos.

Apesar de estar na liderança, Garotinho tem o maior percentual de rejeição dos candidatos: 44% dos entrevistados disseram que não votariam nele de jeito nenhum. Já Lindberg e Pezão têm os mesmos 17%, Crivella, por sua vez, é rejeitado por 15% das pessoas que foram ouvidas. Foram entrevistados 1.204 eleitores no Estado

Em Minas Gerais, a disputa também está em empate técnico. Isso porque a margem de erro é de três pontos percentuais e Fernando Pimentel (PT) tem 25% das intenções de voto contra 21% de Pimenta da Veiga (PSDB). Além deles, Tarcísio Delgado (PSB) aparece com 3%, enquanto que Andre Alves (PHS) e Eduardo Ferreira (PSDC) têm ambos 2%.

O instituto também questionou os entrevistados sobre em quais dos candidatos eles não votariam de jeito nenhum. Assim, Fernando Pimentel tem 12% de rejeição, Pimenta da Veiga fica com 10%, Cleide Donária e Fidélis com 9%, Andre Alves com 8%, Tarcísio Delgado com 7%, Eduardo Ferreira e Professor Túlio Lopes com 6%. Os que não rejeitam ninguém somam 30%. E os que não sabem ou não responderam somam 34%. Foram entrevistados 1.512 eleitores no Estado.

No Distrito Federal, o ex-governador José Roberto Arruda (PR) é o primeiro na disputa, com 32% das intenções de voto. Em seguida, aparecem o governador Agnelo Queiroz (PT), com 17%, o senador Rodrigo Rollemberg (PSB), com 15%, Toninho do PSOL (PSOL), com 6%, o deputado federal Luiz Pitiman (PSDB), com 6%, e Perci Marrara (PCO), com 1%.

No quesito rejeição, Agnelo Queiroz é o líder. De acordo com o resultado, aproximadamente 46% dos entrevistados não votariam nele de jeito nenhum, José Roberto Arruda tem 32%, Toninho do PSOL (PSOL) é rejeitado por 9% e Rodrigo Rollemberg (PSB) por 7%. O instituto ouviu 1.204 eleitores em todo o Distrito Federal.

Em Pernambuco, Armando Monteiro (PTB) está bem à frente dos concorrentes. Ele é o preferido de 43% das pessoas ouvidas pelo instituto. Depois estão Paulo Câmara (PSB) com 11%, Zé Gomes (PSOL) com 2%, e Jair Pedro (PSTU), Miguel Anacleto (PCB) e Pantaleão (PCO), os três empatados com 1%. O Ibope também mediu a taxa de rejeição. No Estado, Pantaleão está com 26%, Zé Gomes possui 24%, Jair Pedro é rejeitado por 21% e Paulo Câmara por 20%. Foram entrevistados 1.204 eleitores em 57 municípios do estado.

Todas as pesquisas citadas nesta reportagem foram registradas no Tribunal Regional Eleitoral no Tribunal Superior Eleitoral com os seguintes números: BR - 00271/2014, RJ- 00011/2014, MG- 00058/2014, PE - 00012/2014, BR - 00269/2014 e BR-00267/2014.