Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Carta nas Eleições / Ibope mostra corrida presidencial estagnada

Política

Pesquisa eleitoral

Ibope mostra corrida presidencial estagnada

por Redação — publicado 07/08/2014 22h05, última modificação 07/08/2014 22h21
Nova pesquisa de intenção de voto aponta que presidenta Dilma Rousseff tem 38%, Aécio Neves tem 23% e Eduardo Campos tem 9%
Orlando Brito/ Coligação Muda Brasil
Aécio Neves

O candidato do PSDB, Aécio Neves, visitou uma fábrica no bairro do Jaraguá nesta quinta-feira 7

A nova pesquisa de intenção de voto do Ibope, divulgada nesta quinta-feira 7 pela TV Globo, aponta um cenário de estabilidade entre os principais concorrentes da eleição presidencial. De acordo com o levantamento, a presidenta Dilma Rousseff tem 38% da preferência do eleitorado, seguida do candidato do PSDB, Aécio Neves, com 23%, e do candidato do PSB, Eduardo Campos, que tem 9%.

Em relação à última pesquisa, do mês de julho, Dilma continua estacionada. Ela também tinha 38% no mês passado. O presidenciável tucano cresceu um ponto percentual, já que estava com 22%. Campos também avançou um ponto, pois tinha 8% no outro levantamento anterior.

Não é possível dizer, no entanto, se a disputa iria para o segundo turno se a eleição presidencial fosse hoje. Isso porque, juntos, todos os adversários de Dilma têm 38% da preferência dos entrevistados, o mesmo que a petista. Para ganhar no primeiro turno, é preciso ter mais votos que a soma de todos os rivais.

Apesar disso, o Ibope também simulou dois cenários para um eventual segundo turno. Caso Dilma e Aécio disputassem esta etapa, a presidenta venceria com 42%, contra 36% dele. A diferença entre os dois caiu nesta etapa. Na simulação anterior, Dilma vencia por 41% a 33% do candidato do PSDB. Se o segundo turno fosse contra Campos, a petista ainda venceria. Segundo o levantamento, Dilma tem 44% e o candidato do PSB 32%. Um mês atrás, ela tinha 41% e ele tinha 29%.

o ex-presidente Lula e presidenta Dilma Rousseff em ato com sindicalistas
O ex-presidente Lula e a presidenta Dilma Rousseff em ato com sindicalistas em São Paulo

Além dos principais candidatos, foram lembrados pelos entrevistados os presidenciáveis Pastor Everaldo (PSC), com 3%, Luciana Genro (PSOL), com 1%, e Eduardo Jorge (PV), que tem 1%. Zé Maria (PSTU), Eymael (PSDC), Levy Fidelix (PRTB), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) tiveram menos de 1%. O número de brancos e nulos alcança 13%, enquanto que 11% das pessoas não sabem em quem votar ou não responderam. A pesquisa ouviu 2.506 eleitores entre domingo 3 e quarta-feira 6 em 175 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00308/2014.