Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Carta nas Eleições / Ibope: Alckmin mantém vantagem e Skaf cai cinco pontos em São Paulo

Política

Eleições 2014

Ibope: Alckmin mantém vantagem e Skaf cai cinco pontos em São Paulo

por Redação — publicado 09/09/2014 21h49, última modificação 09/09/2014 22h52
O candidato do PT, Alexandre Padilha, subiu um ponto e agora tem 8% das intenções de voto
Alckmin 45
Alckmin venceria no 1º turno

Se eleições fossem hoje, Alckmin venceria no 1º turno

Botão Eleições 2014A nova pesquisa Ibope sobre a disputa ao governo de São Paulo, divulgada nesta terça-feira 9, mostra que o atual governador e candidato à reeleição, Geraldo Alckmin (PSDB), mantém a vantagem em relação aos adversários. Alckmin subiu um ponto percentual e agora está com 48% das intenções de voto, contra 18% do candidato do PMDB, Paulo Skaf, que caiu cinco pontos desde o último levantamento. Já o candidato do PT, Alexandre Padilha, também subiu um ponto percentual e tem agora 8% da preferência do eleitorado.

Neste cenário, se as eleições fossem hoje, o governador venceria a disputa no primeiro turno. Além dos três principais candidatos envolvidos no pleito, Gilberto Natalini (PV) e Raimundo Sena (PCO) e Laércio Benko (PHS) alcançaram 1% cada. Já Wagner Farias (PCB), Gilberto Maringoni (PSOL) e Walter Ciglioni (PRTB) tiveram pontuação inferior a 1%. O número de brancos e nulos chega a 11%, enquanto que as pessoas que não sabem ou não responderam representam 11% dos entrevistados.

O Ibope fez ainda uma simulação de segundo turno entre Alckmin e Skaf. Alckmin teria 53% e Skaf conseguiria outros 26%. O instituto ainda mediu a rejeição de cada um dos candidatos: Alexandre (26%), Alckmin (18%), Skaf (16%), Maringoni (8%), Sena (8%), Benko (8%), Ciglioni (7%), Natalini (7%) e Farias (7%). A pesquisa foi realizada entre os dias 6 e 8 de setembro e contou com entrevistas de 2.002 eleitores em 97 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.