Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Carta nas Eleições / CNI/Ibope confirma crescimento de Dilma

Política

Eleições 2014

CNI/Ibope confirma crescimento de Dilma

por Redação — publicado 12/09/2014 10h53, última modificação 12/09/2014 11h57
No 1º turno, a presidenta abre oito pontos de vantagem. No 2º, empata com Marina. Pesquisa Vox Populi / CartaCapital de quarta-feira mostrou números semelhantes
Marina Silva e Dilma Rousseff

Marina e Dilma estão em empate técnico no segundo turno

A nova rodada da pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) confirmou a tendência de alta nas intenções de voto da candidatura à reeleição da presidenta Dilma Rousseff. A petista aumentou a diferença para Marina Silva (PSB) no primeiro turno e encostou na ex-senadora no segundo turno, aparecendo apenas um ponto atrás.

Na pesquisa Ibope do dia 3, Dilma tinha 37% dos votos no primeiro turno, contra 33% de Marina e 15% de Aécio Neves (PSDB). No levantamento divulgado nesta sexta-feira 12, não há mais empate técnico. Dilma tem 39%, contra 31% de Marina e os mesmos 15% do candidato tucano. O número de votos em branco e nulos está em 8%, e 5% ainda estão indecisos.

No segundo turno, Dilma chegou ao empate com Marina. Na pesquisa Ibope do dia 3, Marina vencia Dilma por 46% a 39%. Agora, Marina tem 43% contra 42%, diferença dentro da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Neste cenário atual, 10% dizem que vão anular ou votar em branco e 5% se dizem indecisos.

Na quarta-feira 10, pesquisa Vox Populi / CartaCapital havia mostrado as mesmas diferenças entre Dilma e Marina no primeiro e no segundo turnos. Segundo o levantamento do Vox Populi, Dilma tem 36% das intenções de voto, contra 28% de Marina no primeiro turno. No segundo turno, a ex-senadora aparecia um ponto à frente: 42% a 41%

O Ibope entrevistou 2.202 pessoas entre os dias 5 e 8 de setembro em 144 municípios de todas as regiões. O levantamento está registrado na Justiça Eleitoral com o número BR-00593/2014.