Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Blog do Serapião / PF deflagra sexta fase da Operação Lava Jato

Política

Polícia Federal

PF deflagra sexta fase da Operação Lava Jato

por Fabio Serapião — publicado 22/08/2014 11h10
Com autorização da Justiça Federal do Paraná, agentes miram empresas ligadas a ex-diretor da Petrobrás e que seriam utilizadas para recebimento de propina de fornecedores da Petrobrás.

A Polícia Federal cumpre desde a manhã desta sexta-feira, 22, onze mandatos de busca e apreensão e um de condução coercitiva no Rio de Janeiro. Considerada a sexta etapa da Operação Lava Jato, a ação visa amealhar mais informações sobre a relação do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, suas empresas e fornecedores da estatal brasileira. O objetivo é descobrir se as empresas ligadas ao ex-diretor eram utilizadas para receber propina de fornecedores da Petrobras.

Após deixar a diretoria da estatal, Costa passou a atuar como consultor. Três dias após a deflagração da Lava Jato, em março, o ex-diretor foi preso pela Polícia Federal por tentativa de ocultação de documentos. Segundo a PF, ele é suspeito de manter uma estreita relação de o doleiro Alberto Youssef, acusado de ser o líder do grupo que teria lavado cerca de 10 bilhões de reais nos últimos anos.

Costa chegou a ser solto após dois meses de detenção, mas foi novamente preso após a PF descobrir que ele possuía passaporte português e e contas na Suíça com cerca de 23 milhões de dólares. A PF não divulgou os locais, nem os nomes dos alvos das buscas e apreensões.